Nem Sempre Zen

Shadow Work | Aconselhamento e Psicoterapia ~ Interligando Consciente e Inconsciente

Psicoterapia – Uma base sólida para o autoconhecimento

 

 

A psicoterapia parece uma coisa chata, longa e que não resolve nada.

Mas, o que acontece na prática, é o mesmo que na construção de um edifício: há que colocar as fundações que permitem que o mesmo seja erguido com solidez e em segurança.

Depois vêm as restantes estruturas, paredes, tecto e, por fim, os revestimentos e decoração interiores.

 

A velocidade a que estes processos psicoterapêuticos acontecem depende muito do indivíduo, tendo em conta que nós somos todos diferentes, seja em personalidade, seja em experiências de vida.

 

Terapias “remendo”

 

Quando as pessoas procuram certas terapias alternativas, muitas de carácter esotérico, sem uma precisa definição do que fazem e para que servem, mas que prometem resultados rápidos e a cura de traumas numa só sessão, estamos a falar de um remendo que apenas serve para dar conforto durante algum tempo.

 

Isto parece uma “verdade de La Palisse”, mas a realidade é que há pessoas a procurar apoio em ferramentas de autoconhecimento (Tarot, Reiki, Runas, Astrologia, entre outros) para tratar necessidades básicas e assuntos que são do foro da Medicina, da Psicologia, do Serviço Social, etc.

 

Há espaço para tudo e a complementaridade é importante e pode ser bastante benéfica. Mas há que distinguir as situações e as terapias adequadas a cada uma delas, num determinado momento.

 

 

 

 

Problemas de base vs autoconhecimento, etc…

 

Vou dar um exemplo simples:

 

– Temos a Sónia, que vai fazer uma consulta de Tarot, Runas, Astro ou Reiki, para autoconhecimento, para o seu bem estar emocional e espiritual.

– E temos a Lurdes, que vai fazer qualquer uma das consultas acima, porque está doente – tem um problema intestinal que muito se deve ao stress, pois além de se ter divorciado recentemente, perdeu o emprego e está a ter problemas com um filho adolescente.

 

Ora, a espiritualidade, seja religiosa ou não, faz parte da vida da Sónia.

Ela busca nestas áreas um conforto emocional que a ajuda a centrar-se em meio aos desafios da vida e também a ajuda no seu processo pessoal de desenvolvimento.

 

Quanto à Lurdes, estas consultas, ou a vivência da espiritualidade, quanto muito podem dar-lhe a força, o conforto e a esperança de que irá conseguir solucionar esses problemas.

Contudo, não resolvem a causa desses mesmos problemas.

 

Então, o que é que a Lurdes pode fazer?

 

Não faz sentido algum a pessoa estar sem condições financeiras e eu ir orientá-la para meditar e ascender à iluminação cósmica para manifestar abundância, certo?

 

O mais sensato será a Lurdes procurar apoio para resolver os “problemas de base” através da Psicoterapia.

Um processo terapêutico personalizado e seguro ajudar a lançar uma base sólida para o autoconhecimento.

 

Posteriormente, quando a Lurdes estiver mais equilibrada, então sim, poderá em segurança procurar apoio também em outras terapias, a fim de desenvolver a sua vida espiritual e trabalhar no seu autoconhecimento.

 

 

 

 

É o básico da Pirâmide de Maslow e acredita que, muitas vezes, nas minhas consultas, mesmo em Shadow Work, eu preciso aplicar este conceito.

 

Primeiro, resolvemos a questão da base, que é urgente, e trata de assegurar os mínimos indispensáveis para a sobrevivência das pessoas.

E depois aprofundamos o resto.

O contrário pode ser contraproducente e trazer sentimentos de frustração, ansiedade e até culpa.

 

~~~~

 

No próximo artigo vou dar exemplos práticos e conselhos para viveres a tua espiritualidade com espírito crítico e de forma saudável.

 

 

Partilha

One Reply to “Psicoterapia – Uma base sólida para o autoconhecimento”

Leave a Reply

error: