Nem Sempre Zen®

Shadow Work | Desenvolvimento Pessoal | Espiritualidade

O nosso propósito é sermos reais

O nosso propósito é sermos reais.
O que é que isso significa?

 

Às vezes (muitas vezes) tenho medo de ser o que sou porque tenho consciência que o que sou não é bonito.
Mas… não é bonito aos olhos de quem?
Aos de quem me criou “que não me criou para ser assim”?
Aos da sociedade? Da família? Dos amigos? De quem me paga o salário?

 

E quando me deito à noite e penso em todo o “mal” que fiz ou pensei, presto contas a alguém mais senão a mim mesma? Não.

Então, que importam os outros?

Isto de “parecer bem” está tão enraizado em todos nós que no “rame rame” da vida quotidiana esquecemos quem somos (o mau e o bom). E quando isso acontece damos por nós a ser enleados nas manhas dos outros.

 

Somos “sim, senhor” para não os desagradar, somos bonzinhos porque “foi assim que fomos ensinados” e quando “mostramos as garrras” e fazemos nos fazemos ouvir ou fazer valer a nossa posição caem em cima de nós como se se fossemos uma pessoa tão diferente que parece que temos “o diabo no corpo”.
Quem é esta pessoa?! perguntam eles…

 

Quem és??

Quem sou??

Eu sou o que sempre fui – mas escondi.

Escondi para mim e esse é o problema. Quando eu me vejo como sou (e me aceito), tomo posse de mim mesma e torno-me real.
Não me enganando a mim, tão pouco enganarei os outros.

 

O caminho do espírito é recto e ascendente. O caminho da alma é sinuoso, descendente e perturbador.

A estrada da alma é também o caminho da iniciação à nossa natureza humana.

Nosso propósito não é sermos “bons”, ingénuos e inocentes — mas sim sermos reais e conhecermos a nossa escuridão, a via negativa.

Iniciação significa conhecer aquilo de que somos capazes, nossos limites, nossas fomes, nossos desejos.

A aquisição desse conhecimento implica, com frequência, um processo doloroso. Mas somente seremos capazes de responsabilidade e escolha inteligente quando estivermos conscientes desses factores.

Quem são os criminosos?

Jerry Fjerkenstad

 

 

5 1 vote
Article Rating
Partilha

Leave a Reply

2 Comentários
newest
oldest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Joana
15 Agosto, 2021 18:25

Reflexão Muito interessante! Obrigada pela partilha.

error:
2
0
Adorava saber o que pensas sobre este assunto ;)x
()
x