Nem Sempre Zen

Ferramentas de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal

Nem Sempre Zen
Browsing:

Etiqueta: alimentação saudável

Esparguete picante com cogumelos

Spoiler alert!

A massa não é assim tão picante por isso não tenhas receio de a experimentar 🙂

 

Nem Sempre Zen – Cogumelos salteados para juntar ao esparguete

 

 

(mais…)


Salada de cuscuz à moda de Marrocos

Esta salada de cuscuz à moda de Marrocos (ou salada marroquina como lhe chamamos cá em casa) é uma receita simples de confeccionar, que pode ser um prato principal ou acompanhamento de pratos de carne.

É uma salada inspirada na cozinha marroquina e é simplesmente deliciosa!

 

Uma receita de salada que pode ser prato principal ou acompanhamento

 

Nutrition

Calories

135 cal

Fat

11 g

Carbs

2 g

Protein

8 g
Click Here For Full Nutrition, Exchanges, and My Plate Info

4 porções

Salada de cuscuz à moda de Marrocos

Esta é a minha adaptação da receita original de Brigit L. Binns. O original utiliza caldo de galinha e somente pimento verde e salsa. Eu troquei o caldo de galinha pelo de legumes e acrescentei pimento vermelho (fica mais alegre!) e coentros.

30 min

30 min

Save RecipeSave Recipe

Ingredientes

  • Azeite - 60 ml mais 1 colher de sopa
  • Cebola - 1 branca
  • Alho - 2 dentes picados
  • Caldo de legumes - mais ou menos 2 conchas retiradas ao caldo da sopa de legumes
  • Sal e pimenta - a gosto
  • Cuscuz instantâneo - 280 gr
  • Grão de bico - lata aproximadamente 470 gr
  • Pimento vermelho - 1 metade
  • Pimento verde - 1 metade
  • Azeitonas picadinhas - a gosto
  • Sumo de 1 limão
  • Salsa e coentros picados
  • Opcional: amêndoa tostada para salpicar por cima

Como fazer

  • Preparar o cuscuz - Aquecer 1 colher de sopa de azeite numa caçarola em lume médio e acrescentar a cebola até amaciar. Adicionar o alho e deixar refogar durante mais 1 minuto. Juntar o caldo de legumes, o sal e a pimenta e deixar levantar fervura. Colocar o cuscuz num recipiente tipo taça e deitar o caldo por cima até cobrir. Mexer gentilmente com um garfo e tapar durante 5 minutos.
  • Preparar a salada - Soltar o cuscuz com um garfo e acrescentar o grão de bico (passado previamente por água), os pimentos, as azeitonas, o sumo do limão, a salsa e os coentros e envolver com 60 ml de azeite.
  • Depois é só provar e corrigir o sal e a pimenta, se necessário.
7.8.1.2
5
http://www.nemsemprezen.pt/salada-de-cuscuz-a-moda-de-marrocos/

 

Bom apetite!!

 

 


Destruir mitos para ter uma vida saudável

Mitos a destruir:

 

 

1. Uma pessoa que ensina ou pratica yoga é sempre “zen”

 

Um dia destes um amigo dizia-me, “mas tu és professora de Yoga, estiveste na Índia, não podes chatear-te com essas coisas, tens de ser Zen.”
Ora pois bem… até entendo que os outros olhem para nós dessa forma, que a malta do Yoga é zen, e é só peace and love, percebo que esteja tudo formatado nesse sentido, mas a questão é: Sim, os professores de Yoga não são sempre Zen’s! Somos todos humanos e acima de tudo não somos perfeitos.

In https://www.facebook.com/yogabreathyoga/

Nem Sempre Zen – Até quem pratica yoga tem dias em que está “nem sempre zen”…

 

Ora ai está!

Eu também pensava assim, até tinha uma certa inveja de yogis/yoginis e hippies porque na minha cabeçinha ali estavam as pessoas mais felizes do mundo! Descomplexados, despreocupados, em sintonia com a natureza e consigo próprios e, sobretudo, livres.

Mas a Susana veio explicar muito bem que, o que muda na vida de quem ensina (e pratica) yoga é a clareza mental que nos ajuda a ver as coisas de forma diferente, de uma outra perspectiva.

Não significa que não tenhamos problemas ou que eles não nos aflijam, simplesmente a forma como são encarados torna-se diferente. E mesmo assim não é automático, é aprendizagem, como tudo na vida.

(e é perfeitamente normal alguém passar-se da marmita de vez em quando, porque há momentos em que…… haja paciência! ahahah)

 

 

(mais…)


Salteado de legumes e cogumelos

Salteado de legumes e cogumelos

Receita bem simples, que se faz rapidamente. Utilizei molho para wok (de compra) mas isso é um gosto pessoal. Se não quiseres usar este molho (ou molhos já pré preparados) podes utilizar outro qualquer que concerteza ficará bem. A mistura de legumes pode ser diferente com, por exemplo, couve flor, alho francês ou feijão verde. Ao almoço podes juntar massa noodles ou macarrão.

Save RecipeSave Recipe

Ingredientes

  • Óleo de amendoim (ou sésamo ou côco) - 1 colher de sopa
  • 1 Cebola
  • Cogumelos - 1 lata ou 1 embalagem de frescos
  • Legumes variados (bróculos, pimentos) - a gosto
  • Coentros - a gosto
  • Manjericão - algumas folhinhas
  • Molho para wok de chili e manjericão - 1 saqueta
  • Sementes de sésamo

Como fazer

  • Saltear primeiro a cebola com o óleo de amendoim
  • Juntar os cogumelos e saltear mais um pouquinho para cozinhar
  • Depois juntar os legumes, mexer e adicionar o molho
  • Continuar a cozinhar mais uns 8 minutos, mexendo sempre
  • No fim juntar os cheiros (coentros, manjericão ou outros a gosto) e as sementes de sésamo
7.8.1.2
4
http://www.nemsemprezen.pt/salteado-de-legumes-e-cogumelos/

Nem Sempre Zen – Salteado de legumes e cogumelos (fotografia: Patrícia Zen)

 

 


Flow (aquilo que realmente importa…. – parte 2)

 

Esta é a segunda parte do artigo sobre aquilo que realmente importa (na nossa vida).

 

Neste artigo tento responder à pergunta:

 

Porque é que eu não pensei na dieta durante os dias em que estive longe da cidade, das pessoas e da minha rotina habitual?

 

Flow

O termo flow significa “fluir” em português mas é tão mais do que isso.

 

“A state in which people are so involved in an activity that nothing else seems to matter; the experience is so enjoyable that people will continue to do it even at great cost, for the sheer sake of doing it.”

– Mihaly Csikszentmihalyi, 1990

 

 

Nem Sempre Zen – O flow, é o estado de estar absorvido em qualquer coisa que nos é agradável, algo que nos faz esquecer o tempo e o espaço.

 

 

(mais…)


error: