Nem Sempre Zen

Autoconhecimento e Desenvolvimento Pessoal by Patrícia Zen

Nem Sempre Zen

Ser Feliz

… ou a arte de estar nem sempre zen

 

Nem Sempre Zen - Ser Feliz, ou a arte de estar nem sempre zen
Nem Sempre Zen – Ser Feliz, ou a arte de estar nem sempre zen

O jornal NY TIMES noticiou que actualmente, a cadeira mais frequentada da prestigiada Universidade de Yale, nos EUA, é sobre “Psicologia e vida boa”.

No total são mais de 1180 alunos inscritos que, segundo a docente da cadeira, querem mudar e ser felizes consigo próprios.

A professora Laurie Santos, que também é psicóloga, considera que a sua cadeira “é a mais difícil de Yale“. Isto porque os estudantes têm que se responsabilizar para conseguirem concretizar mudanças reais nas suas vidas.

Mas… responsabilizar como?

Temos de ser nós a fazer qualquer coisa e, atenção, não são coisas inatingíveis.

No curso, os alunos são desafiados a meditar diariamente durante 10 minutos, dormir pelo menos 8 horas por dia, criar novas relações com os outros e a diminuír a utilização das redes sociais.

 

Ah pois é, (saber) ser feliz dá (algum) trabalho! 

 

As fases difíceis da vida, a tristeza, o pesar, a frustração, fazem parte do nosso crescimento como seres humanos e há que saber conviver com esses períodos menos bons – desde que não nos deixemos abater por eles.

Se é fácil? Não, não é. Mas o mundo está em constante rotação e a nossa vida, obviamente também não pára.

Hoje estamos na mó de baixo, amanhã poderá haver uma forma de sair da “fossa” e encontrar uma solução.

Ser feliz parte de cada um de nós, não há receitas milagrosas, nem mezinhas, dinheiro ou família e amigos que possam incutir esse sentimento em nós.

Quanto vezes estamos rodeados de pessoas e ou bens materiais e nos sentimos perdidos e sós? Quase todos já passámos por isso.

Ser feliz é algo pessoal, um projecto só nosso. Não dá para depender dos outros ou das condições à nossa volta.

 

 

Partilha
error: