Nem Sempre Zen

Desenvolvimento Pessoal & Espiritualidade by Patrícia Zen

Nem Sempre Zen

Paciência

Eu não tenho muita paciência. Mas a vida sempre nos ensina a encontrar esse dom, seja de que forma for.

Após ter sofrido uma forte inflamação no estomago, tenho sido obrigada a fazer dieta. Não tem graça nenhuma fazer dieta porque se está doente.

Anyway, depois desta aventura menos agradável, de que estou felizmente a recuperar, tenho comido muito pouco às refeições, mastigado mais os alimentos, não tenho comido fritos ou doces, enfim, tudo aquilo que eu deveria fazer na dieta para perder peso a que me comprometi e nem sempre faço.

E sim, em 5 dias perdi 1 Kg. Mas continuo a dizer que assim não tem graça.

 

 

Nem Sempre Zen – tenho sido paciente com o meu corpo, dando-lhe tempo para se recompor, sem choques, com calma.

 

Bem, voltando ao tema da paciência.

 

 

O meu bom senso diz-me que tenho de dar tempo ao estomago para recuperar, que não posso enfiar-lhe uma gulodice qualquer só porque estou melhor e já tenho algum apetite.

Eu tenho sido paciente com as minhas entranhas, estou a dar-lhes tempo para se recomporem, sem choques, com calma.

Isto aplica-se à vida.

É tão mas tão difícil!

Mas aprende-se. Como disse, a vida encarrega-se de nos dar lições, seja qual for a forma, para nos colocar no caminho certo.

Com toda esta experiência percebi que inconscientemente me sinto culpada quando como. Até agora, ao comer uma banana, penso “isto é demais”. Mas não é e eu preciso ter consciência disso e libertar-me da culpa e da opressão.

Mas isso leva tempo, é preciso paciência.

 

Partilha
error: