Nem Sempre Zen

Desenvolvimento Pessoal & Espiritualidade by Patrícia Zen

Nem Sempre Zen
Browsing:

Categoria: Consciência Colectiva

Prendas de Natal com amor e alma

Ai o Natal, o Natal….

Sim, eu sei, é cedo – ou então não, já há tanta malta a fazer a sua árvore de Natal!…

Mas o timing para mim é o correcto porque este provavelmente será o único artigo dedicado ao Natal que escreverei no site…. por isso aproveitem… eheh

 

 

Nem Sempre Zen – começa o frenesim das compras….

 

 

Começa o frenesim

 

Já começa a loucura nos centros comerciais, o trânsito, o pessoal a atropelar-se a comprar desenfreadamente, a satisfazer caprichos, a preencher o vazio….

Quase que poderia apostar que todos vocês (ou quase todos) têm aversão ao consumismo (e ao desperdício) da época do Natal.

 

 

 

(mais…)

Partilha

Sobre crenças (religiosas) e auto estima

 

Sei que estou a mexer com um assunto muito sensível mas gostava de partilhar algo sobre a relação entre crenças religiosas e auto estima.

 

Todo ser humano, sem exceção, pelo mero fato do ser, é digno do respeito incondicional dos demais e de si mesmo; merece estimar-se a si mesmo e que se lhe estime

Carl Rogers

 

 

 

Nem Sempre Zen – Sobre a relação entre crenças e auto estima

 

 

Pertencer a uma congregação religiosa

 

Uma das fases boas da minha vida foi quando há uns 25 anos atrás fiz parte de uma congregação cristã evangélica onde trabalhava como voluntária.

O meu trabalho consistia em aconselhar, fazer visitas a pessoas hospitalizadas, ir aos lares conversar com os idosos, escrever cartas a pessoas que estavam presas, distribuir roupa, comida, entre tantas outras coisas…

Tudo o que fiz nessa instituição foi de coração e com bom grado porque eu adorava ajudar.

 

Um dos lados menos bons foi (e ainda é) – e aqui não quero de forma alguma atacar as crenças de ninguém – o facto de existir a doutrina do “é de deus” e “é do diabo”. Ou seja, atribuir as culpas do falhanço à entidade malévola e os louros da conquista à entidade divina.

 

O que é que pretendo explicar com isto?

 

 

(mais…)

Partilha

Sobre a intolerância

 

Sobre a intolerância

 

Aceitar as diferenças e ajudar a criar um mundo mais pacifico e compreensivo

 

Esta é só uma pequena reflexão sobre a intolerância, o julgar os outros, sobre a diferença de pensamento e a necessidade de ensinar os jovens – que às vezes nos parecem tão perdidos – a encontrar um propósito para a vida.

Este propósito pode ser algo tão simples (e simultaneamente tão complexo) como ajudar a erguer um mundo mais pacífico e compreensivo.

 

 

Nem Sempre Zen –
Aceitar as diferenças e ajudar a criar um mundo mais pacifico e compreensivo

 

 

(mais…)

Partilha

Em busca da Rosa Azul [meditação]

Pegando numa ideia de um capítulo do livro da psicóloga e escritora Patricia Gebrim, proponho fazer uma meditação em busca da Rosa Azul, com o objectivo de nos reconciliarmos com o nosso “Eu Superior”.

 

Nem Sempre Zen – Em busca da Rosa Azul (photo pexels.com)

 

 

Reencontrar o “Eu Superior”

 

No seu livro “Enquanto escorre o tempo”, há um capítulo dedicado à Rosa Azul.

A Patricia fala-nos do “Eu Superior” que é como um guia, a nossa luz, força e coragem e que muitas das vezes é desprezado porque duvidamos da sua existência.

Então ela compara o “Eu Superior” a uma Rosa Azul – que na verdade só existe se acreditarmos nela.

Onde está esse eu superior quando me sinto mal, quando passo por provações, quando os meus limites são testados?” Perguntas tu.

A resposta é: Está aí dentro de ti. Basta acreditares.

 

 

(mais…)

Partilha

Aos novos pais – Educar crianças saudáveis

 

 

Aos novos pais, que estão a educar crianças saudáveis

 

Aos novos pais

 

Vocês são fantásticos!

Os vossos filhos vão crescer numa época em que se está, aos poucos, a voltar a atenção para uma vida mais natural, mais verdadeira.

Eles vão poder crescer sendo guiados por seres humanos conscientes, que se esforçam por lhes proporcionar o melhor acompanhamento possível.

Os vossos filhos vão poder andar com os pés descalços na terra e dar asas à criatividade, sem culpas, sem repreensões.

 

 

É difícil para vocês lidar com as opiniões alheias sobre a educação e a alimentação dos vossos pequenos mas… pais, coragem!

Estão a criar um ser capaz de raciocinar por si próprio e de se expressar de forma assertiva num mundo em que habitualmente se educam pessoas para seguir regras e não para pensar.

Pais, vocês estão a dar um exemplo de persistência, a mudar mentalidades e sobretudo a amar muito essa criança que, dizem alguns, vos escolheu.

 

 

Nem Sempre Zen – Ajudem os vossos filhotes a voar com segurança, com confiança neles próprios e a fazer escolhas saudáveis

 

 

(mais…)

Partilha

error: