Nem Sempre Zen

Desenvolvimento Pessoal & Espiritualidade by Patrícia Zen

Nem Sempre Zen

Cada um com o seu talento

Long story short…

 

Quando comecei a praticar yoga iniciei também a prática de meditação e, em consequência disso, tem vindo a dar-se no meu coração uma transformação espiritual (acredita que ao longo da vida tenho ido do 8 ao 80!).

 

Cada um com o seu talento

 

TalentoAptidão natural ou adquirida ; Engenho, disposição, habilidade

 

O momento em que comecei a por os olhos em determinadas leituras deu-me assim uma coisinha má!

Queria meter a mão na massa em todas as áreas!

Fazer óleos e incensos, podcasts de meditação, estudar ervas para fazer chás e outras mezinhas, enfim, queria fazer um crash course  em bruxaria natural! (chama-se entusiasmo ahahah)

 

 

Nem Sempre Zen – O momento em que comecei a por os olhos em determinadas leituras quis meter a mão na massa em tudo!

 

Depois percebi que (obviamente!) não posso querer fazer tudo. Até porque não tenho tempo.

O que fazer, então, com todo esse entusiasmo?

 

 

O que fiz foi o seguinte

 

Seleccionei os temas que quero estudar para autoconhecimento e todas as outras coisas, como os incensos, os produtos naturais e ervas  “delego “ para outros, que a isso se dedicam.

Desta forma adquiro os produtos que necessito, com a consciência de que foram feitos com amor e boas energias.

Ao mesmo tempo posso usufruir de algo feito por alguém que estudou intensamente aquela arte e tem prazer em pô-la em prática.

 

O meu conselho, se me permitem, é ter calma e não querer agarrar o mundo todo com as mãos (que até são pequeninas), apesar das boas intenções (e apetecer muito!).

Até podes ser multitask mas não queiras fazer tudo.

 

Cada um tem o seu talento particular mas deixar que os outros brilhem com o seu (e ganhem a vida com ele) deveria ser um talento de todos nós.

 

 

 

 

 

Partilha
error: